Quando a Ópera de Paris e o Bolshoi Ballet se encontraram

O teatro, o corpo de baile e o bailarino principal são do Bolshoi Ballet. A bailarina principal, da Ópera de Paris. Cada qual usando seus figurinos de origem. Metade da coreografia é de Paquita, de Pierre Lacotte para a Ópera de Paris. A outra metade, da reconstrução de Grand Pas Classique de Paquita, de Yuri Burlaka para o Bolshoi Ballet. Ah, como eu sei? Eu comparei as coreografias.

Essa reunião deu origem a este grand pas de deux.

Myriam Ould-Braham (première danseuse da Ópera de Paris), Nikolai Tsiskaridze (primeiro-bailarino do Bolshoi Ballet) e corpo de baile (Bolshoi Ballet). Gala de Encerramento pelo ano da França na Rússia, 2010.

Eu nunca fui fã do primeiro papel de Paquita, pois conseguiram me fazer mudar de ideia. Além disso, que Agrippina Vaganova me perdoe… mas minha alma de bailarina é francesa. Como eu queria encontrar uma escola no Brasil que ensinasse pelo método francês! E não falo isso por falta de amor ao método russo, pelo contrário, mas porque ele não foi feito para o meu típico físico (mas isso é assunto para outro dia).