O princípio de uma paixão

“Nada é mais revelador que o movimento”, dizia ela. “O que você é expressa o que você faz.” (p.90)

“A técnica”, dizia Martha Graham, “é o que permite ao corpo chegar a sua plena expressividade… Adquirir a técnica da dança tem apenas um fim: treinar o corpo para responder a qualquer exigência do espírito que tenha a visão do que quer dizer”. (p.97)

Trechos do livro Dançar a vida, de Roger Garaudy

*
Depois que li o capítulo dedicado a Martha Graham no livro Dançar a vida, eu me apaixonei perdidamente por ela. Senti uma vontade imensa de saber mais sobre sua vida, sua história e sobre a dança moderna. E de aprender. A questão agora é achar um curso.

*
Para quem ainda não leu ou não lembra, bem no começo do blog eu fiz um post dedicado a ela. E para quem não sabe, Martha Graham começou a dançar aos 22 anos de idade.

Martha Graham, uma bailarina tardia

“No corpo de um bailarino devemos, como espectadores, tomar consciência de nós mesmos.”
(Martha Graham)

Barbara Morgan. Martha Graham, Frontier (1935)

Martha Graham nasceu em Allegheny County (Pensilvânia/EUA) em 11 de maio de 1894.

Considerada a mãe da dança moderna, inventou uma nova linguagem do movimento. Começou a estudar na Denishawn School em 1916, escola e companhia de Ruth St. Denis e Ted Shawn. Dez anos depois, fundou a sua própria companhia, a Martha Graham Dance Company, e o centro de estudos Martha Graham Center of Contemporany Dance. Ambos existem até hoje. Coreografou 181 trabalhos ao longo da vida.Faleceu em 1º de abril de 1991.

*

Se alguém se deu ao trabalho de fazer as contas, Martha Graham começou a dançar aos 22 anos de idade. Imaginem se alguém tivesse dito: “Martha, esqueça, você está muito velha para começar”.