Um duo italiano

A Cyndi e eu temos uma brincadeira entre nós: uma lista de coreografias que dançaríamos juntas. Geralmente, quem escolhe as coreografias é ela, e eu sempre gosto de todas!

Hoje ela me mostrou esta aqui, as princesas italianas em O lago dos cisnes. É uma das adaptações de repertório que o English National Ballet faz para crianças. Que graça!

“Dança italiana”, O lago dos cisnes, English National Ballet, Maeve Nolan e Ritsuko Ogino.

 

Um outro “adágio da rosa”

Quem assistiu ao filme Billy Elliot provavelmente se lembra da bela cena final. Aquela coreografia não foi uma criação para o filme, ela faz parte da versão de Matthew Bourne para O lago dos cisnes.

Coreógrafo de dança contemporânea e teatro-dança, ele também recriou A Bela Adormecida e a inspiração para Aurora foi ninguém menos que Isadora Duncan. Há várias diferenças em relação à original – as seis fadas são três bailarinas e três bailarinos, a Carabosse tem um filho, o príncipe é plebeu –, mas se não compararmos as versões clássica e contemporânea, há grandes chances de nos encantarmos.

Disse isso para chegar a “O adágio da rosa”. Pesquisando sobre a coreografia clássica, me deparei com o duo da montagem de Matthew Bourne. Assistam com outros olhos: é muito diferente, mas é lindo!

“O adágio da rosa”, A Bela Adormecida, de Matthew Bourne, Hannah Vassallo e Dominic North.