Dança Materna

A Dança Materna nasceu em 2008, depois da experiência da bailarina Tatiana Tardioli com a gestação e nascimento de sua primeira filha. Mais de dez anos de estudos e prática em dança contemporânea, danças populares, educação somática, fisioterapia e transdiciplinaridade formam a base do seu método.

Há diversas modalidades de aula, para mães e bebês, da gestação até os três anos de idade. Atualmente, a Dança Materna está presente em todas as regiões do Brasil, em 40 cidades, e também na Argentina.

Mesmo para quem não é mãe, feito eu, é encantador ver as gestantes dançando, a cumplicidade entre mães e bebês de colo, as descobertas dos bebês andantes. A delicadeza, o encontro, o colorido, a alegria, o afeto. Dificilmente não sentimos uma vontade imensa de também entrar nessa dança e descobrir tanto juntamente com elas.

Também há curso de formação de professoras, quem tiver interesse, aqui. E quem quiser saber mais sobre a Dança Materna, acessem o site, o Instagram, o Facebook e o YouTube.

Esse vídeo mostra como as aulas funcionam e conseguimos sentir um pouco da beleza e delicadeza desses encontros. Dá até um afago no peito.

Aulas da Dança Materna, 26 abr. 2017.