Anatomia da dança

Mês passado, fiz um post falando sobre a importância dos livros para o nosso estudo e disse que faria um outro com indicações de leitura. Mas antes, achei melhor fazer posts específicos de dois livros muito importantes. O primeiro deles é o Anatomia da dança, de Jacqui Greene Haas.

Fonte: Editora Manole

Falei brevemente sobre ele aqui. O livro é um “guia ilustrado para o desenvolvimento de flexibilidade, resistência e tônus muscular”. Como vocês sabem, não gosto de publicar exercícios, passos e afins, porque quando são feitos sem supervisão, há grandes chances de nos machucarmos. Mas esse livro é feito especialmente para esse tipo de estudo.

Dividido em nove capítulos, conhecemos sobre o nosso corpo em movimento e todas as “partes” que o compõem. Da coluna aos pés, descobrimos como nosso corpo funciona, especialmente na dança. Em cada capítulo, há exercícios para melhorar nosso desempenho. Tudo muito bem-explicado, com ilustrações que mostram os músculos e os ossos. Não só, há dicas de segurança, para ninguém se machucar fazendo por conta própria.

E se não bastasse, ele não é feito especialmente para bailarinos clássicos. Há também citações sobre jazz, dança irlandesa, dança de salão e explicações sobre necessidades específicas dessas danças. Sabe aquele livro obrigatório para todo bailarino que quer entender e conhecer melhor o próprio corpo?

Eu o conheci por acaso, quando o vi na mesa da minha então professora de ballet. Comprei e virou livro de cabeceira.

Ele foi desenvolvido por Jacqui Greene Haas, preparadora física do Cincinnati Ballet desde 1989 e diretora do Dance Medicine Academic Seminars. Ela é ex-bailarina profissional do Boston Ballet, Southern Ballet Theatre, Tampa Ballet, New Orleans Ballet e Cincinnati Ballet. E, além disso, é bacharel em dança pela University of South Florida. Ela é realmente uma especialista no assunto.

Para comprar
À primeira vista, ele parece caro, mas a qualidade da edição é excelente. O preço varia bastante entre um lugar e outro, por isso, é bom pesquisar.

Visualize primeiro, realize depois

Há um tempo, na mesa da minha professora de ballet, eu vi o livro Anatomia da dança. Conversamos a respeito e eu não resisti e comprei. É material de estudo para a vida inteira de qualquer bailarino, seja amador ou profissional.

Mas, falarei sobre o livro de maneira aprofundada daqui um tempo, hoje quero compartilhar apenas um trecho do primeiro capítulo. A autora fala sobre visualizar o movimento antes de executá-lo. Às vezes, ficamos com tamanha afobação para fazer tal passo que não temos a consciência de todas as etapas necessárias para realizá-lo com precisão.

[…] Visualize exatamente o que deseja que seu corpo faça e mantenha o pensamento positivo. Eric Franklin é um mestre da visualização; adoro o termo que ele utiliza, seed imagery – semear um pensamento intuitivo e deixar brotar a imagem para aumentar o desempenho. Quando executa várias vezes as mesmas ações (na aula e no ensaio), você induz alterações fisiológicas e aumenta a precisão. Em um local silencioso, dedique um pouco do seu tempo todos os dias para fechar os olhos e simplesmente ouvir a sua respiração. Agora, imagine o dançarino que deseja ser e visualize-se realizando movimentos com naturalidade. Perceba como seus movimentos são precisos e bem definidos. Continue a visualizar quanto controle você tem em cada combinação que realiza. Você pode ver isso em sua mente, pode ouvir a música tocando e pode sentir seu corpo executando as sequências com detalhes. Agora, tudo o que você tem que fazer é praticar! Esqueça as outras coisas e concentre-se na técnica. Você está treinando a relação entre a sua mente e seus músculos. Eles devem trabalhar juntos para ajudá-lo a atingir seus objetivos.

Jacqui Greene Hass, Anatomia da dança, Editora Manole, p.8-9.

*

Claro que a formação de um bailarino não depende de mera visualização de movimentos e posterior execução. Trata-se apenas de uma consequência de um estudo anterior. Achei melhor explicar porque sempre haverá alguém para criticar a informação, sem ter lido o livro inteiro, e dizer que se trata de uma versão de O segredo para bailarinos. Lembre-se, o livro é sobre anatomia e não autoajuda.

*

PARA COMPRAR: Como várias pessoas se interessaram, melhor adiantar esta parte: eu comprei o livro Anatomia da dança no site da Livraria Saraiva, mas vocês também encontram, por ordem de preço, na Cia dos Livros, na Editora Manole e na Livraria Cultura.