O segundo pas de deux de “In the Night”

Depois de postagens seguidas sobre dança contemporânea, vamos a um afago para os corações clássicos?

Este é o segundo pas de deux de In the Night (1970), de Jerome Robbins (1918-1998), dançado por ninguém menos que Maya Plisetskaya (1925-2015) e Aleksandr Bogatyrev (1949-1998). A apresentação foi para um programa de televisão, em 1977.

F.Chopin, “Nocturne”, M.Plisetskaya, A.Bogatyrev (1977)

Para abril não passar em vão

Outro dia, levei um susto ao ver que não publico nada no blog há mais de um mês. Tenho acompanhado mais ciência e saúde do que dança, minha cabeça estava voltada para o coronavírus. O tempo passou e eu não percebi.

Devido ao isolamento social, estou em casa há 43 dias. São Paulo é um dos epicentros da pandemia no país e sair apenas se for urgente. De maneira inexplicável, parece que o tempo está correndo mais rápido do que eu.

Gostaria de ter publicado um texto ontem, Dia Internacional da Dança, mas não consegui. Tudo bem, ele será publicado em breve, porque a questão vale para todos os dias do ano. Aliás, apesar dos pesares, algo bacana aconteceu entre mim e a dança, e é sobre isso que escreverei em breve.

Mesmo assim, não queria deixar abril passar em vão, sem uma única postagem. Resolvi publicar uma coreografia que já apareceu no blog, mas vale a repetição. A primeira variação de “Esmeraldas”, de Jewels, sempre acalma o meu coração.

Primeira variação de “Esmeraldas”, Jewels, George Balanchine, Beatriz Stix-Brunell, Royal Ballet.

William Tell pas de deux

Para voltarmos aos eixos depois do Carnaval, uma delicadeza.

William Tell pas de deux é um divertissement coreografado por August Bournonville em 1873. Eu o encontrei por um mero acaso; na newsletter de fevereiro eu compartilhei um vídeo com a parte final. Depois, encontrei a obra completa, também com o entrance e as variações feminina e masculina.

Vou publicar o vídeo mais curto, porque ele foi publicado no canal do English National Ballet e geralmente esses vídeos não são retirados do ar. Quem quiser assistir ao William Tell pas de deux completo, dançando pelos bailarinos Diana Cuni e Thomas Lund, do Royal Danish Ballet, clique aqui.

Connie Vowles and Giorgio Garrett: William Tell pas de deux | English National Ballet.