Nova criação do Grupo Corpo

Já comentei algumas vezes o quanto gosto de acompanhar processos de criação. Não importa se é dança, teatro, cinema ou literatura, além da obra em si, o processo sempre me encanta.

Em janeiro deste ano, o Grupo Corpo completou 40 anos e, dentre várias comemorações, poderemos acompanhar a criação do novo espetáculo da companhia. A partir de fevereiro, vídeos inéditos serão publicados toda semana no canal oficial do grupo no YouTube.

É claro que acompanharei e quem também quiser, acesse o Grupo Corpo Oficial, aqui.

Websérie “Ballet”

Produzida pela Galeria Produções, a websérie brasileira “Ballet” é composta por nove episódios; em cada episódio, um bailarino ou uma bailarina conta sobre a sua vida na dança.

É comum termos informações sobre bailarinos estrangeiros, ou de bailarinos brasileiros dançando fora do país, mas poucas vezes conhecemos a realidade da dança no Brasil. Este é um excelente material para isso.

Para assistir aos episódios, basta clicar no nome da bailarina ou do bailarino. No fim, o trailer. Divirtam-se!

Episódio 1 − Sayuri Hayasaka
Episódio 2 − Jaruam Miguez Xavier
Episódio 3 − Isadora Miragaia
Episódio 4 − Diny Espíndola
Episódio 5 − Márcia Freire
Episódio 6 − Alex Maranhão
Episódio 7 − Marina Guimarães
Episódio 8 − Marisa Bucoff
Episódio 9 − Eduardo Mascheti

Para assistir ao trailer em tamanho maior, aqui.

Projeto Mov_oLA

Vocês sabem o que é moviola? Em um passado não muito distante, era o aparelho utilizado para a montagem dos filmes. Tudo era feito à mão: o montador selecionava, cortava e colava os pedaços de película até o filme ficar pronto. [Há bastante tempo, eu vi uma moviola de perto, em uma oficina de vídeo da faculdade. Guardo até hoje comigo uma tira de película. Para quem ama cinema, há uma certa magia em ver esse aparelho ao vivo.]

Daí o nome do Projeto Mov_oLA. Criado em 2008 e idealizado pelo coreógrafo Alex Soares, é um projeto que visa integrar a dança contemporânea a várias outras linguagens, como internet, videodança e artes visuais. É uma interpretação minha, mas não vejo nome melhor para essa ideia de reunir tantas referências diferentes e dar origem a um trabalho tão particular.

E hoje estreia a mais nova montagem do núcleo, “Oroboro”, que tem trilha sonora composta pelo contrabaixista Célio Barros. Em alguns momentos do espetáculo, a trilha será tocada ao vivo pela violoncelista Patrícia Ribeiro. Imaginem o quão lindo deve ser.

Elenco de “Oroboro”: Antonio Marques, Paula Sousa, Ícaro Freire, Natacha Miyuchi, André Liberato, Irupé Sarmiento, Luiz Oliveira.

Quem não quiser ficar apenas na imaginação, assista ao espetáculo, que ficará em cartaz entre junho e julho, em São Paulo.

Oroboro

Galeria Olido | Sala Olido
Avenida São João, 473, Centro
De 28 a 30 de junho
Sexta e sábado, 20h | domingo, 19h
Entrada gratuita (retirar os ingressos com 1h de antecedência, na bilheteria do teatro)

Teatro Sérgio Cardoso | Sala Paschoal Carlos Magno
Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista
Dias 3, 4, 10, 11, 17, 18, 24 e 25 de julho
Quartas e quintas-feiras, 20h
Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia)
Horário da bilheteria: quarta a domingo, a partir das 15h
Telefone: (11) 3288-0136

Para saber mais:

Site do Projeto Mov_oLA, aqui.
Página do projeto no Facebook, aqui.
Site do coreógrafo Alex Soares, aqui.