Um Natal além do Quebra-Nozes

Uma das coisas mais legais do ballet clássico é existir um repertório específico sobre o Natal. Justamente por isso, uma das coisas mais cansativas do mês de dezembro é que o ballet clássico se resume a O Quebra-Nozes. Eu sei, é difícil fugir, o repertório é encantador, a história é uma graça, o soldadinho é fofo, mas depois de uma semana eu mal posso olhar para ele.

Nem entrarei no mérito da simbologia natalina, com tantas referências ao inverno e aos países do Norte, quando cá no Sul estamos em pleno verão e temos uma outra dinâmica, outras referências, outras vivências.

Estou azeda? Um pouco. Reflexo de uma pandemia que, no Brasil, não parece ter hora para acabar.

Nesses momentos em que o chão sob nossos pés não consegue nos manter estáveis, buscar nossas memórias mais doces é um alento.

O cheiro de ameixa fresca e manga rosa. O quentume da cozinha por causa do forno ligado. Farofa, de vários tipos. O presépio que eu montava com a minha tia na infância. O pisca-pisca da árvore. Os desenhos natalinos que eu obrigatoriamente assistia na manhã do dia 25. Os primeiros acordes da “Dança Chinesa”, “Dança Russa”, “Dança dos Mirlitons”, além da “Valsa das Flores”, todos de O Quebra-Nozes. Para mim, a música desse repertório é ainda mais presente que a coreografia.

Sim, todo um discurso para no fim dizer que eu não consigo fugir do soldadinho. Ele surgiu na minha vida antes mesmo de eu começar a dançar. Sejamos amigos, então. Quem sabe assim, ano após ano, ele volte a me dizer que ainda é possível sonhar.

Ilustração: Cristianne Fritsch

Um comentário sobre “Um Natal além do Quebra-Nozes

  1. Ah Cassia, The Nutcracker para mim, tem sinônimo de nostalgia. Como mãe de bailarina, só me traz boas recordações. Foram inúmeros ensaios dentro do camarim de crianças no Lincoln Center em NY. Foram 4 anos seguidos assistindo no telão, enquanto minha filha dançava num teatro lotado. Cerca de 3 mil pessoas por noite. Mães trocando tickets umas com as outras. Filho do primeiro ato, passam os tickets para as mães que tem filhos no segundo. Fecho olhos, e consigo lembrar de cada marcação. Sei quando o “condutor” esta liderando a orquestra num ritmo mais rápido. Principalmente se a orquestra esta sob o comando da nossa maravilhosa maestrina brasileira Clotilde Otranto. Sei até quando as bailarinas erram os passos. Lembro-me da Ashley Bouder dançando lindamente como Dew Drop, gravidissima. Choro cada vez que escuto a Valsa das Flores. Finais de semana que entrávamos no Teatro às 9hs da manhã para sairmos às 11:00 da noite, depois que minha filha tirasse todas as fotos solicitadas e desse autógrafos a todos que estavam esperando por ela na porta. Que emoção vê-la como Anjo, Poli, Candy Girl e Snowflake (Não sei os nomes em português), nunca tive a oportunidade de assistir no Brasil.
    Nutcracker tem sinônimo de saudade. Esse ano, minha filha se forma no SAB. Um ano atípico, sem festas, workshops, contratações. Um ano, onde o sonho de entrar para uma Cia, de Dança, ficou em segundo plano. devido ao mundo que temos hoje. Temos apenas, um documentario sendo exibido em 6 episodios no Disney Plus “On Pointe”, mostrando o dia dia na vida de um estudante no SAB.
    O New York City Ballet disponibilizou o filme do Nutckracker, e iremos assistir no dia 24. Essa emocão e essas lembranças, vamos carregar conosco em todos os Natais.

    Um Natal maravilhoso para vc minha querida. Te desejo um 2021 cheio de paz, SAÚDE e prosperidade.

    Beijo Grande
    Monica Galinari (Direto de NY)

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s