Quer fazer ballet em casa?

Antes vista como uma atividade complementar às aulas regulares, fazer ballet em casa se tornou o ponto central em tempos de isolamento social. Em vários países do mundo, profissionais e amadores transformaram a sala de casa em sala de aula. Quem imaginaria isso poucos meses atrás?

A primeira vez que escrevi sobre estudar em casa foi em 2010. Outros textos vieram depois, além de indicações de vídeos e perfis de dança. Sempre fui adepta desse estudo, desde o meu começo na dança, mas ele não tinha a aceitação de hoje. Antes mesmo de ser a única opção, a oferta de material consistente e de qualidade só aumentava. Acho isso uma beleza, porque estudar pela internet é uma realidade. Não adianta brigar, não adianta lutar contra. Se assim é, que seja da melhor maneira. É bom para todo mundo e a dança agradece.

Eu separei vários posts escritos ao longo desses dez anos para quem quer estudar em casa. Atualizei alguns deles porque bastante coisa mudou desde então. Leiam, perguntem, peguem suas sapatilhas, fiquem em casa, lavem as mãos e dancem.

Estudar em casa (18 mar. 2010)
Quer começar a estudar ballet em casa, mas não tem ideia de como fazer isso? Esse é um guia básico para você estudar com segurança.
Para ler, aqui.

Barra fixa em casa (29 jun. 2010)
Eu tenho uma barra fixa no meu quarto e contei passo a passo como ter uma igual.
Para ler, aqui.

Guia de estudo (4 jan. 2013)
Esse é um guia para quem quer estudar além da parte prática.
Para ler, aqui.

Posso aprender ballet sozinha? (10 abr. 2015)
Não pode, mas pode. Como? No texto eu explico.
Para ler, aqui.

Quinze minutos (11 fev. 2016)
Para quem quer fazer ballet em casa, mas não tem tempo, eu explico como estudar em apenas 15 minutos por dia. Vá por mim, dá certo.
Para ler, aqui.

Como eu aprendi a fazer pirueta, parte 1 (22 set. 2014) e parte 2 (25 set. 2014)
Parece brincadeira, mas eu demorei quatro anos para fazer pirueta decentemente. No primeiro post, eu contei todo o caminho percorrido, no segundo, eu explico as etapas para a pirueta finalmente acontecer.
Para ler a parte 1, aqui.
Para ler a parte 2, aqui.

Aulas de companhias de dança (4 nov. 2013)
Uma coisa é a aula de quem está aprendendo, outra, a aula de quem é profissional. No texto, eu explico as diferenças e de bônus há um vídeo de uma aula completa do Bolshoi em uma das salas do Royal Opera House.
Para ler, aqui.

Um comentário sobre “Quer fazer ballet em casa?

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s